terça-feira, 27 de setembro de 2005

A Intérprete


"A Intérprete" é um bom filme. Nicole Kidman está no seu melhor e Sidney Pollack é um realizador bem inteligente. Trata-se de um thriller político, mas em que o político é tão importante como o thriller (o que não é usual). Toda a narrativa assenta num costume tradicional africano. Numa tribo, quando é apanhado um assassino, este último é preso e lançado num rio. A família da vítima fica com a seguinte opção: ou deixa morrer o criminoso ou salva-o. É enaltecida a segunda opção, pois a primeira faz com que o luto permaneça para sempre. É uma história interessante que dá alma a um filme para ver. Por qualquer razão estranha - que ainda não percebi - o filme faz-me lembrar o Pelican Brief de Alan Pakula.

5 comentários:

Anónimo disse...

Hi :)

I absolutely love your blog! I'll definitely bookmark it, keep up the great work.

Please check out my site if you get some time: Discover how I made $136,752 last year using a simple website and how you can duplicate my success - guaranteed!

Laranja com Canela disse...

Também gostei do filme e das interpretações de Nicole Kidman e Sean Penn. Mas esperava um outro final.

Anónimo disse...

Não gostei do filme. Bastante previsivel,esperava melhor.

Bom dia !

Anónimo disse...

Olá!
Bem, seja lá você quem for, não precisa imaginar quem lhe escreveu porque não me conhece.
Estava apenas fazendo uma pesquisa e acabei caindo num "Expresso" por engano...e gostei da viagem.
Seu blog é muito bom!
Parabéns.
Acho que vou começar a olhar mais de perto esse seu "Oriente" próprio...

(camila caringe)

amsa disse...

Para além de alguma irritação por os portugueses serem invariavelmente mal retratados no cinema internacional, quase sempre como profissionais da limpeza (outro ex em o amor acontece) parece-me inaceitável e um claro erro de guião que em plena sede das nações unidas para comunicar com um português não falante de inglês se tenha de falar francês!!!