sábado, 13 de maio de 2006

Os Provadores de Vinagre


Os "provadores de vinagre" é uma imagem clássica da cultura chinesa. De clara inspiração daoísta (ou taoísta), reflecte igualmente o sincretismo religioso chinês. À esquerda encontram o meste Kung (ou Confúcio) que achou o vinagre azedo; no centro encontram Gotama, o Buda, que considerou o vinagre amargo; finalmente, do lado direito, encontram Lao Tzu que gostou do sabor e o achou doce. Para Confúcio, aquele vinagre estava mesmo a precisar de tratamento (leia-se "educação); para o meu querido Buda, o vinagre era tão amargo como a vida de todos os dias; finalmente, para Lao Tzu, a vida poderia ser boa se fosse vivida naturalmente (isto é, "sem agir", uma outra forma de dizer com "espontaneidade").

1 comentário:

Ana disse...

Um beijo Bhixma!