quarta-feira, 11 de abril de 2007

Ana e Maria



Santa Ana e a Virgem Maria, a mãe e a filha. O que me surpreende nestes dois pormenores de duas pinturas de Leonardo, é a alteração do rosto de Maria. Na imagem superior, toda a sua expressão indica um enorme desejo de revelar algo que a mãe poderá a qualquer momento descobrir. Por sua vez, no pormenor do quadro em baixo, Maria distancia-se, olhando com melancolia e ternura o encontro feliz entre a avó e o seu neto.
Clique nas imagens para as ver melhor.

2 comentários:

paragem breve disse...

Muito bom post. Da comparação das duas imagens sobressai, na minha óptica,uma atitude de curiosidade actuante de Ana, face a um silêncio de plenitude de Maria.O distanciamento terno e risonho da filha, dever-se-á à posse "de", a atitude de Ana, é a da mãe que vai partilhar com a filha um momemto muito, muito especial.
Adorei...

hfm disse...

Muito boa análise.

Só uma pequena história. A Anunciação de Leonardo saiu dos Uffizi dois dias depois de eu lá ter estado para ir para uma exposição no Japão. O engraçado foi que na televisão os florentinos foram entrevistados e não gostaram nada da saída do quadro. Como a reacção fosse muito negativa iam dando notícias do quadro, tipo - Leonardo já chegou e a viagem correu bem. - O quadro já está colocado e não sofreu qq estrago. - A afluência no primeiro dia foi de ...

Como se dum viajante se tratasse. Gostei.