domingo, 17 de fevereiro de 2008

Expiação




Este filme é o exemplo da perfeição artística a começar pela história, baseada, aliás, num romance de Ian McEwan. Em vez do slogan publicitário do trailer do filme que nos diz, "separados pela guerra, unidos pelo amor", tudo se poderia resumir numa única frase: separados e unidos pela ficção.
Se ainda não viu o filme, pode ver aqui a apresentação do mesmo:

1 comentário:

Marta disse...

Não vi mas assim que possivel vou ver.

Bjs