terça-feira, 14 de setembro de 2004

A Rama Dourada

Os mistérios de Elêusis iniciavam-se a 14 de Setembro ("Boedromion" no calendário ático). Sobre eles pouco se sabe, visto que a lei do silêncio era geral. Apenas se conhece o mito. Uma jovem raptada pela morte; uma mãe aflita, procurando-a em todos os caminhos; uma baga de romã que aprisiona a jovem à morte; uma solução de compromisso assente no retorno cíclico da jovem à vida e à morte. Para muitos, estes mistérios são apenas uma alegoria natural sobre os ciclos dos cereais; para outros, o segredo encontrava-se num fungo da cevada que produzia uma substância semelhante ao LSD. A meu ver, o segredo destes mistérios é simples e é devolvido a esse olhar que um dia se perdeu na extensão de um campo repleto de espigas de ouro e de vento.

1 comentário:

Francisco Bairrão disse...

"The initiate possessed a knowledge which conferred blessedness and not only in the hereafter; both knowledge and beatitute became his possession the moment he beheld the vision"

Karl Kerényi, Eleusis, pág 15.

Há muito para saber de Eleusis. Por exemplo, o kykeon, uma espécie de cerveja com menta.

Adorei este post.

Mas já agora...

"It was in mid-September, or more exactly on the 16th day of Boëdromion, that the cry rang out: «Initiates into the sea!»

Idem, ibidem, pág 60

"It was