sexta-feira, 25 de julho de 2008

Discurso de Barack Obama em Berlim

4 comentários:

Maísha disse...

hum. há sempre demasiados ouropéis nas palavras dos americanos... ou dos políticos, para ser totalmente justa.

Maísha disse...

não sei se existe justiça nas palavras de uma cidadã comum sobre um político. talvez esses ouropéis sejam apenas os ossos do ofício para quem quer chegar a tanta gente ao mesmo tempo. eu tenho uma enorme admiração por quem acredita que é possível fazer alguma coisa politicamente (como pelo Zapatero por exemplo), mas confesso que não tenho réstea de fé (nomeadamente por Portugal). de qualquer modo nasci com os neurónios formados na crença na arte e, cada vez mais, não acredito em mais nada. provavelmente isso ainda me vai fazer morrer pobre, na rua, ao frio e sozinha, mas enfim a cada um o que tem de viver :-)

Bhixma disse...

Independentemente dos resultados práticos de uma eventual eleição de Obama, tal acontecimento seria um facto histórico ímpar. Pela primeira vez, um afro-americano ascenderia ao poder nos Estados Unidos, um país com uma história de conflitos racistas ainda bem recente (diga-se que, em certos aspectos, Portugal ainda é mais racista do que os USA...) Por sua vez, 10 anos sem a administração Bush & Co. seria em termos de política internacional um alívio para todo o mundo civilizado.

Maísha disse...

sem qualquer dúvida. e sem dúvida também, a mim me parece, que Obama é a melhor das escolhas, independentemente de tudo o resto. quando ele entrou na corrida eu disse aos meus amigos: "estou feliz de estar viva para ver isto acontecer."