segunda-feira, 14 de maio de 2007

As duas faces de uma mesma moeda


"O próprio Einstein, numa observação muito citada, traçou claramente a linha entre as frases cognitivas e proposições especulativas. "O mais incompreensível facto da Natureza é o facto de ela ser compreensível". Aqui podemos ver como eu pensante se intromete na actividade cognitiva, interrompendo-a" (Hannah Arendt, The Life of the Mind). E ainda bem que o faz...

5 comentários:

hfm disse...

Gostei de ler.

Marta disse...

Para alem da escrita também me interesso por selos...curiosamente desta coleção de mulheres importantes alemãs, falta-me esta ;)

Marta

Bhixma disse...

Infelizmente só tenho a imagem e não o selo. Mas posso tentar saber se é possível encontrar com facilidade este selo na Alemanha.

Anónimo disse...

ser e/ou fosse?(ana)

Anónimo disse...

o incompreensível é q tudo fosse compreensível... ? e Deus também não joga aos dados. mas brinca ao gamão ! ( inês)