quarta-feira, 2 de maio de 2007

A Dama e o Vagabundo


Cena inesquecível do filme de Walt Disney, Lady and the Tramp, de 1955. Confesso que só vi o filme recentemente, depois de ter levado o meu cão ao veterinário. A dado passo, este último diz-me que o cão lhe faz lembrar muito o "Vagabundo" (Tramp). Na altura estranhei o comentário, mais não seja porque ninguém gosta que chamem ao seu rafeiro (raça única, se preferirem) "vagabundo". Qual a minha surpresa quando peguei na capa do DVD da "Dama e do Vagabundo" e ali estava, focinho chapado, o meu rafeiro. E depois de ver o filme, percebi que o veterinário estava, na realidade, a elogiar o meu cão. Coração de ouro, livre como um pássaro, sempre pronto a ajudar os outros. O único senão do filme é poder criar a ideia de que os cães seriam muito mais felizes sem a companhia humana. O que me parece ser um erro. Os cães gostam realmente da companhia dos humanos e um cão vadio é um animal profundamente infeliz. Os cães, como espécie, tiveram a sua origem em lobos domesticados, há cerca de uns 10.000 anos. Ainda mantêm muitos comportamentos dos lobos, mas são claramente uma espécie cuja história é indissociável dos seres humanos. Um óptimo filme para quem gosta de cães...

4 comentários:

Van Dog disse...

Gostei da sugestão! Vou convencer o meu dono a alugá-lo...

Marta disse...

Sim...quem não se lembra desse grande clássico da Disney...

LOL

botinhas disse...

Não sabia que tinha um cão! Como é que se chama?
Ainda mantêm muitos comportamentos dos lobos
O seu também raspa as patas no chão dps de fazer as necessidades? É que nunca percebi esta mania do meu cão...

Bhixma disse...

Já tenho a Tootsie (é uma cadela) há nove anos!!! Mas anda sempre a viajar entre Caxias e Lisboa. Acho que também só vi o teu Kalu (?) uma única vez. Claro que também tem esse comportamento. E com ele obteria - se vivesse no mundo natural - dois objectivos: cobrir com areia as suas necessidades, ao mesmo tempo, que deixaria com as suas patas uma "marca de identidade" (uma espécie de B.I.). Onde é muito evidente a sua similitude com os lobos é na hierarquização social (os célebres Alfas).